Tendência: Sustentabilidade nos condomínios

Tempo de leitura: 2 minutos

Sustentabilidade á a palavra da vez, e essa tendência chegou também aos condomínios residenciais e comerciais. Além dos benefícios ambientais, a implantação de técnicas sustentáveis nos condomínios pode diminuir os custos como de energia e água, e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

Novos empreendimentos no Brasil e no mundo, estão sendo desenvolvidos com características inovadoras que visam imprimir o menor impacto ambiental possível. Estas construções podem ser identificadas com certificados ambientais. No Brasil, são aplicadas atualmente duas certificações ambientais: o Aqua e o Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), de origem americana. Há ainda os selos Sustentax e Procel Edifica, ambos brasileiros.

O primeiro condomínio residencial do Brasil a aproveitar os benefícios de produzir a própria energia, ajudar no abastecimento da região e ainda ganhar um desconto na conta no fim do mês, está em Florianópolis.

viva-residence-cacupe-1$$8294
Vivá Residence Cacupé, lançado no final de 2013

O empreendimento tem 28 placas fotovoltaicas que fornecem 90% da eletricidade consumida nas áreas comuns do condomínio – o restante é repassado ao sistema que alimenta o bairro. Além disso conta com:

  • Chão constituído por lajotas permeáveis
  • Horta orgânica
  • Manual de boas práticas entregue a cada novo morador para incentivar que as casas construídas no local utilizem o mesmo sistema
  • Usina geradora de energia fotovoltaica
  • Neutralização do carbono gerado na obra
  • Reaproveitamento da água da chuva para irrigação de jardins e horta
  • Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS para separação e destinação correta dos resíduos gerados
  • Transformação de resíduos orgânicos em adubo para jardins e hortas, por meio de compostagem.

Hoje existem empresas especializadas em projetos sustentáveis para condomínios e residências, mas também é possível implementar ações simples, como coleta seletiva, utilização de metais sanitários eficientes, controle do tabaco, limpeza “verde” com o uso de produtos sem cloro, troca de lâmpadas, substituição por torneiras automáticas e etc. Confira aqui como iniciar um trabalho de sustentabilidade no condomínio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *