Quanto vale sua carteira de imóveis de venda?

Tempo de leitura: 4 minutos

A carteira de imóveis ou o seu estoque de imóveis, é um dos principais ativos que uma imobiliária que trabalha com venda de imóveis pode ter. Investindo em captação você consegue escalar sua operação de forma mais rápida e certamente obter uma maior visibilidade. Por isso é muito importante mantê-la organizada, e quanto melhor for a sua informação mais valor terá a sua carteira.

É claro que o valor oscila com a tipologia de imóvel, comissões de venda, ticket médio, região, etc, mas num contexto geral o que define se o investidor vai enxergar a sua carteira como uma oportunidade de futuras vendas ou se é somente quantidade, é a forma e o zelo que você tem com suas informações e documentos.

Diferentemente da locação, onde diferenciamos imóveis vagos e alugados, a carteira de vendas trata-se apenas de imóveis vagos, pois não há administração em vendas, existe apenas a intermediação. Então, a qualidade da carteira, ou seja, sua possibilidade de ser convertida em venda, é um fator primordial.

Avaliando a carteira de imóveis de venda

avaliando-a-careteira

Para se avaliar uma carteira de imóveis vagos ou disponíveis serão levado em consideração, pelo interessado:

  • Exclusividade;
  • Valor do Imóvel;
  • Região;
  • Tipo de Imóvel;
  • Valor da Comissão de venda;
  • Possui autorização de venda formalizada;
  • Cadastro detalhado com toda descrição do imóvel;
  • Possui fotos (aqui a qualidade das fotos é um fator que pode ser um diferencial);
  • Ticket médio;
  • Possui placa;
  • Vigência da autorização;
  • Atualização das informações;
  • Valor ofertado está dentro do valor de mercado;

Tudo isso é levado em consideração devido ao esforço que ele terá de empenhar para absorver essa carteira. Além disso, algo muito importante que facilita, e muito, a transição da carteira é se estas informações estão todas cadastradas em um sistema, para que se possa fazer uma conversão de dados. Assim o esforço humano é muito menor. Portanto, quanto mais informações você tiver, de forma fácil e rápida, mais valor sua carteira terá.

Avaliação

É comum que a venda da carteira seja monetizada por um valor especifico por imóvel, o que pode ser R$70,00 a R$200,00 por imóvel,por exemplo. Outra opção é fazer uma parceria com a imobiliária que vendeu e caso o imóvel seja vendido, a imobiliária que comprou a carteira paga uma porcentagem acordada para a outra.

Cuidados para não cair em nenhuma armadilha

cuidados-para-nao-cair-em-armadilha

Se você está começando a considerar opções ou se está prestes a comprar uma carteira de imóveis de venda, de outra imobiliária, é importante tomar alguns cuidados antes de concluir a transação, como:

  •    Faça um contrato contemplando todas as condições do negócio;
  •    Confirme se os imóveis realmente estão disponívelis para venda;
  •    Cuidado com as captações fora da sua cidade ou fora da sua área de atuação, de repente vai pagar por uma captação que não poderá atender.

Dicas valiosas

dicas-valiosas

Alguma outras dicas que também poderão te ajudar, são:

  • Faça pagamentos parcelados, assim você tem tempo para garantir que as informações sejam verdadeiras;
  • Avalie com cuidado se as captações estão dentro do preço de mercado, caso contrário estará pagando só por quantidade e a chance de converter em venda é reduzida;
  • Cuidado com imóveis de lançamento: as vezes eles acabam “contaminando” o número pelo volume de unidades;
  • Tenha um Check list de conferencia para os imóveis

Dependendo do tamanho da carteira, fica inviável fazer essa organização e até mesmo migração sem que as informações já estejam armazenando em um CRM. O ideal é que todos os imóveis estejam sempre com as informações completas e com fotos de qualidade. Assim, percebemos que o principal padrão identificado não é a região, mas sim a ORGANIZAÇÃO e QUALIDADE dessa carteira.

Leia também  Quanto vale sua carteira de imóveis de locação?

Conclusão

Com as dicas e orientações acima, faça o teste e avalie sua própria carteira. Quanto ela vale?

A cada pergunta ou variável responda exatamente, sem “eu acho” ou “aproximadamente”. Se está com dificuldades de identificar essas variáveis é sinal que você pode melhorar a gestão da sua imobiliária.

Além de conseguir avaliar melhor a qualidade da gestão da sua imobiliária, você será capaz de fazer uma avaliação de quanto vale a sua carteira de imóveis, e ainda estará preparado para fazer uma avaliação mais precisa para quando uma oportunidade surgir. Assim, o intuito deste artigo também foi para te ajudar a separar uma oportunidade de uma “armadilha”. Espero que tenha sido útil!

Ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco nos comentários e teremos o maior prazer em respondê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *