Por que o LinkedIn ainda é um oceano azul no mercado imobiliário?

Tempo de leitura: 4 minutos

No final de abril fui a São Paulo com um grupo de empresários do mercado imobiliário, o QR Mind, para visitar empresas de tecnologia que são referência de inovação e eficiência no Brasil e no mundo como o banco Itaú, Facebook e Google.

Através de alguns textos divido com vocês todo o aprendizado e ideias que surgiram dessa incrível experiência. O desafio é entender como vamos aplicar esse conhecimento e assim potencializar os resultados no mercado imobiliário.

Nesse artigo vocês saberão um pouco mais sobre como a equipe do LinkedIn está trabalhando para criar oportunidades de negócios para pessoas e empresas na internet, surfando a onda de um mundo cada vez mais conectado.

LinkedIn

L1

Na sede do LinkedIn em São Paulo, fomos recebidos por Fábio Okino e Fernanda Belk, ambos do time de Marketing da empresa.

A maior rede profissional do mundo, o LinkedIn tem hoje mais de 450 milhões de usuários cadastrados. O objetivo deles é conectar profissionais do mundo todo para torná-los mais produtivos e bem-sucedidos. Durante a visita foram passados alguns dados, além de uma visão geral da empresa e da sua missão.

O LinkedIn se tornou mais do que um canal para que os Headhunters encontrem talentos. A rede evoluiu com a criação de ferramentas para as empresas gerarem mais negócios e também com a publicação de artigos escritos por profissionais gabaritados, que procuram reforçar sua imagem perante o mercado.

Veja alguns números do LinkedIn que impressionam:

  • + 2 bilhões de atualizações por semana;
  • + 300 milhões de usuários publicam conteúdo relevante;
  • 61% dos acessos são feitos através de dispositivos móveis.

As empresas estão enxergando cada vez mais valor em ter uma página nessa rede profissional devido à possibilidade de segmentação do público e da geração de Leads. O LinkedIn se mostrou um verdadeiro oceano azul para se encontrar Leads, principalmente para o mercado B2B.

 

Veja quais são as possibilidades que o LinkedIn oferece para as imobiliárias

Recrutamento: Recruiter, Jobs Slots, Work with us  e Página de carreira – São formas de você potencializar a atração de talentos e ter uma página falando mais sobre a história e atuação da sua imobiliária. Através das informações da página as pessoas poderão se identificar com a cultura da imobiliária e ter o desejo de trabalhar lá.

Vendas: Social Selling e Sales Navigator são maneiras de você encontrar informações qualificadas do Lead ao qual você deseja se conectar. A precisão na qualificação dos Leads é impressionante, tendo em vista que você é capaz de identificar, por exemplo, quem é o Diretor de uma determinada empresa que você está prospectando.

Marketing: Quanto às possibilidades da área de marketing eu fiquei bastante surpreso, pois confesso que não conhecia totalmente o potencial que o LinkedIn possui nessa área. São mais de 5 formas de impactar assertivamente os Leads desejados. Inclusive, algumas delas você só paga depois que o Lead clicar no anúncio da sua imobiliária. Esse portfólio diverso possui recursos de mensagens, display de anúncio, entre outros.

No final da apresentação, ganhei um crédito para anunciar na plataforma. Posteriormente, vou compartilhar com você qual foi o resultado que obtive aqui na Universal Software.

Você está aproveitando o potencial do LinkedIn para gerar mais negócios na sua imobiliária?

LINKEDIN-IMOB

Disponibilizo para você o conteúdo completo da apresentação que foi feita na sede do LinkedIn Brasil. Dessa forma você terá acesso a um panorama geral da rede e poderá usar tais informações para traçar sua estratégia no LinkedIn e alavancar os resultados da sua imobiliária.

 

Quero ver a Apresentação do LinkedIn! 

 

Gostou das informações sobre o LinkedIn? Compartilhe com seus amigos e não deixe de ler os outros posts da série que estão nos links abaixo.

Leia também  O potencial do Google e Facebook para alugar e vender mais imóveis
Leia também  Um time de peso conta os seus segredos de sucesso no Marketing imobiliário
Leia também  O que o Itaú pode nos ensinar sobre a sua transição para o digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *