Aprovado projeto de lei que regulamenta utilização de placas publicitárias em imóveis de Belo Horizonte

Tempo de leitura: 1 minuto

A Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou em novembro de 2015 o Projeto de Lei 1687/2015, que prevê a  regulamentação do uso do espaço urbano contra o excesso de cartazes e faixas publicitárias em muros, fachadas e tapumes pela cidade.

O projeto foi desenvolvido pelo  vereador Tarcísio Caixeta com a participação das entidades do setor imobiliário. O vereador justificou o projeto, ressaltando que as novas tecnologias disponibilizam formas mais eficazes de transmissão das informações sem poluir visualmente a cidade. “Há que se considerar, inclusive, que, o excesso desse tipo de publicidade sequer se justifica para o alcance pretendido, pois com os meios modernos de comunicação, muitas outras e mais eficientes são as maneiras de divulgação com o objetivo pretendido”.

office-620822_1920

 

Profissionais do mercado imobiliário, inclusive, afirmam que o excesso de anúncios na fachada de imóveis pode causar desvalorização – além de comprometer a estética dos empreendimentos e, pior, a segurança dos moradores. Atualmente existem diversas plataformas online para divulgação de imóveis, e inclusive mais eficientes, pois projetam um alcance muito maior do anúncio. O próprio site da imobiliária funciona como a vitrine dos imóveis oferecidos. Portanto, é essencial que as imobiliárias invistam em um bom site, visualmente atrativo, responsivo e com uma ferramenta de busca de fácil usabilidade.

Clique aqui para baixar o projeto na íntegra, que segue para sansão do prefeito.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.