Funil de vendas no mercado imobiliário: por que você deve começar a usar agora mesmo

Tempo de leitura: 11 minutos

O funil de vendas é uma das partes mais importantes para se entender como funciona o processo de vendas. Por isso criamos este artigo, um guia para te explicar o que é um funil de vendas e incentivá-lo a aplicar essa ferramenta tão importante no seu trabalho. Dominando o Funil de Vendas, você certamente dominará também o seu processo de vendas e será capaz de identificar quais são os pontos fortes e os pontos de melhoria da sua empresa, equipe ou determinado corretor. Veja o que Joseph Juran, disse anos atrás e se faz sentido pra você:

Quem não mede, não gerencia. Quem não gerencia, não melhora.

Joseph M. Juran.

 

Isso não é mais tendência, é o presente e somente assim você conseguirá prosperar dentro de um mercado imobiliário tão voraz. Por isso é imprescindível saber mais sobre o funil de vendas. Vamos lá?

O que é funil de vendas?

O funil de vendas (ou pipeline) é um processo que consiste em conduzir ou acompanhar o seu cliente a partir do momento em que ele inicia o atendimento pela sua empresa até o fechamento do negócio. Trata-se de um modelo estratégico que mostra cada etapa seguida pelo cliente até fechar a compra.

O funil de vendas do mercado imobiliário que iremos estudar é dividido em 4 partes: atendimento, visita, proposta e negócio realizado. Agora vamos detalhar cada uma delas:

Atendimento

captacao-passiva-e-ativa

É muito importante registrar todos os atendimentos que passam na sua imobiliária, seja ele por telefone, online ou presencial. Mensurando o número de atendimentos conseguimos obter informações preciosas para o seu negócio, como:

  • O marketing está sendo eficiente?
  • Você está distribuindo os atendimentos com certo equilíbrio entre corretores?
  • Qual tipo de atendimento é predominante na sua imobiliária?
  • Qual mídia ou propaganda está trazendo mais atendimentos?
  • Qual o tipo de demanda os clientes desejam?
  • O atendimento está “quente” (termômetro) pra fechar o negócio?

Visita

visita

A segunda etapa do funil é onde quando o cliente deseja visitar os imóveis. Essa é hora do corretor de imóveis dar o seu show! Impressionar o cliente com um bom atendimento, boa postura profissional e visitar os imóveis selecionados para entender ainda mais o perfil do cliente.

O corretor de imóveis deve focar para tentar converter o máximo de atendimentos em visita, pois é nesse momento em que ele conhecerá o cliente presencialmente e o cliente se abrirá com ele, dando informações preciosas para que o negócio amadureça.

Nesse momento, o futuro comprador pesquisa mais profundamente sobre os imóveis e imobiliárias, e decidem se vão comprar ou não o imóvel ofertado.

Veja algumas dicas para avançar com sucesso nesta etapa:

Dica nº1: Não selecione apenas imóveis que encaixem no perfil do cliente. Utilize da técnica do contraste para que o cliente possa formar sua opinião em relação a preço, tamanho e localização. Mas o que é isso? Coloque imóveis de diferentes tamanhos, valores e localização para que ele possa entender o que é caro, o que é grande e o que é uma boa localização. Fazendo isso você auxilia o cliente a entender sobre o mercado daquela região.

Dica nº2: Não deixe de solicitar o feedback do cliente em relação ao imóvel! Ele será super importante pra você entender qual o seu perfil e principalmente para dar um retorno para o proprietário do imóvel em relação as opiniões dos clientes. Então, lembre-se: Gostou ou não gostou?  Qual o motivo?
Este parecer será um poderosa arma para medir a qualidade de deus imóveis e claro, para dar um retorno preciso para os proprietários.

Dica nº3: Lembre-se de assinar a Ficha de Visita com o seu cliente. Ela é importante para resguardar seu trabalho e da imobiliária. Neste momento é quando ele se decide ele avança no funil para a tão sonhada PROPOSTA.

Proposta

proposta

Nesta etapa do funil o cliente já visitou várias opções de imóveis no mercado, foi atendido por diversos corretores de imóveis e está pronto para fazer uma proposta para compra do imóvel que mais lhe agradou. Essa parte é delicadíssima no processo e necessário que haja um trabalho em equipe para que o negócio venha a se concretizar. Para isso é muito importante reunir algumas informações que serão úteis no momento da negociação, como:

  • Por qual motivo o proprietário está vendendo o imóvel?
  • Há quanto tempo este imóvel está disponível para venda?
  • Quais foram os últimos pareceres dos clientes que visitaram o imóvel?
  • Por qual motivo o comprador quer este imóvel? (Qual a dor dele?)
  • Há quanto tempo ele está buscando este imóvel?
  • Existem outras opções compatíveis disponíveis no mercado?

Tendo acesso a essas informações você certamente terá um domínio da negociação e poderá direcioná-la para o resultado desejado. Após chegar em um acordo de negociação entre as partes, ela finaliza todo o processo, realizando a compra.

Negócio Realizado

negocio realizado

 

A última e mais esperada etapa é a de Negócio Realizado. Estamos falando efetivamente de RESULTADO. É aqui que o dinheiro entra, mas é preciso entender que não há VENDA sem que se percorra todas essas etapas, não é mesmo?

Não adianta o corretor ficar ansioso e querer converter um atendimento em venda diretamente. É preciso respeitar as etapas do processo e principalmente o tempo do cliente. Cada um tem o seu e é fundamental que o corretor entenda isso e respeite, assim o cliente perceberá que você está preocupado em resolver um problema dele e não que está preocupado simplesmente em vender a qualquer custo, de olho apenas na comissão.

Percorrido esse caminho é possível identificar quais são os pontos fortes e o que tem dado certo na sua imobiliária. Alguns indicadores importantes são::

  • Qual mídia gera melhores resultados?
  • Qual corretor está vendendo mais?
  • Quais captações são vendidas?
  • Em qual região ou bairro você realiza mais negócios?
  • Qual a velocidade de compra dos clientes?
  • Qual o tempo médio de venda do imóvel?

Ao entender as ideias do funil fica bem claro entender como ele é benéfico para sua imobiliária e chegará a uma conclusão: “A cada 100 atendimentos a minha imobiliária faz 10 vendas, por exemplo. Assim quando for traçar metas para sua equipe e corretores poderá utilizar esses números ao seu favor.”

Vantagens em utilizar um funil de vendas

funil de vendas

As vantagens em utilizar um funil de vendas na gestão comercial da sua imobiliária estão além de ter conhecimento sobre número de atendimentos e volume de vendas. Os pontos positivos do funil de venda são muitos e podemos citar:

  • Melhor conhecimento sobre a sua equipe: O funil permite verificar como está o desempenho da sua equipe. Em cada etapa do funil, é possível mensurar a produtividade dos corretores ou atendentes de locação, onde eles têm mais dificuldades e os resultados obtidos por cada um. Assim, fica bem mais fácil saber se o setor de vendas conseguirá cumprir a meta, o tempo necessário para alcançá-la, além de identificar porque alguns corretores conseguem vender mais que os outros. Com as informações obtidas pelo funil você é capaz de dar feedbacks assertivos e bem direcionados aos seus corretores e contribuir para maior produtividade da sua equipe.
  • Maior produtividade: Quando os corretores sabem que o trabalho está sendo acompanhado e que os dados do seu trabalho são mapeados, a tendência é que eles se empenhem mais para apresentar melhores resultados. Desse modo, todo o seu time terá mais foco, alinhando seus esforços com os objetivos da sua imobiliária e otimizando sua gestão.
  • Otimização da gestão: O funil é trabalhado com o intuito de padronizar o processo de vendas, tornando a análise de cada estágio deste processo mais objetivo e ágil.Com isso, os gestores ganham mais foco e assertividade, tendo maiores e melhores chances de fechar um negócio.
  • Melhor aproveitamento das oportunidades de negócios: Com o funil de vendas você conhece o status de cada venda, isto é, as chances que cada negócio tem de ser efetivado. Logo, fica mais fácil aplicar estratégias para aumentar a possibilidade de fechar o negócio. Do mesmo modo, é possível identificar se existem novas possibilidades de atuação, ou seja, identificar se os clientes potenciais ou reais estão precisando de outras demandas. Assim você pode captar imóveis que não estejam na sua carteira para atender essa demanda.

Cuidados sobre o conceito de funil de vendas para o mercado imobiliário

Cuidados funil de vendas

Ao ter conhecimento mais aprofundado sobre o funil de vendas você deve-se atentar com algum tópico. Vamos destacar a seguir três dos principais:

  • Leads “fakes”: É muito comum o corretor de imóveis receber e-mails de curiosos ou até mesmo clientes falsos solicitando informações sobre um determinado imóvel. É importante que esses leads sejam filtrados e que cheguem até os corretores somente leads qualificados, assim você melhora o seu processo e os resultados de conversão do seu funil de vendas será bem melhor. Então mais importante que encher o topo do funil é se preocupar com a QUALIDADE desses leads.
  • Ações contínuas: Um erro grave quando o assunto é funil, é pensar que ele simplesmente é utilizado para saber a porcentagem de conversões de atendimentos em vendas. Cuidado! O funil de venda demanda ações de venda e marketing. É preciso olhar com muita atenção as características positivas e negativas de suas captações e ouvir bem seus clientes para poder gerar as melhorias necessárias para elevar seu volume de vendas e conhecer cada parte do seu funil de vendas. Para ter sucesso com o funil de vendas é preciso desenvolver ações e treinamentos adequados para cada etapa do processo de venda.
  • Visita: É muito comum imobiliárias tentarem implantar a metodologia de funil de vendas com CRM’s genéricos, mas acabam não dando continuidade pois a aplicação no mercado imobiliário se torna ineficaz por vários motivos. Um deles é a visita: é preciso entender que um cliente visita vários imóveis antes de realizar a compra de apenas um imóvel, ou seja, é preciso entender essas várias visitas como um “processo de visita”. Portanto, deve-se identificar qual foi o momento da 1ª visita do cliente.

Apenas os melhores CRM’s, específicos para o mercado imobiliário, possuem essa regra de negócio. Portanto atente-se a estes detalhes quando for contratar um CRM.

Conclusão

Neste artigo te mostramos como o funil de vendas é um processo que acompanha todo o ciclo de vendas e permite identificar o que acontece em cada etapa.

Cada etapa do processo no funil de vendas tem sua importância e suas particularidades. Se você e sua equipe entenderem isso e aplicarem no dia a dia da sua imobiliária, certamente você terá uma gestão mais organizada e poderá identificar quais são os pontos que precisam ser melhorados, para assim corrigi-los e melhor exponencialmente seus resultados.

Você vai perceber que nem sempre é necessário mais clientes ou mais atendimentos. Muitas vezes o que sua equipe precisa é apenas melhorar os percentuais de conversão de visitas e de propostas, o que consequentemente aumentará o número de vendas.

Agora, mãos à obra! É hora de trabalhar e mirar no sucesso.

Ainda tem alguma dúvida? Deixe nos comentários e podemos conversar.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus colegas em suas redes sociais e contribua para um mercado imobiliário mais profissional e inovador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *