Aplicativo para imobiliária: Vale a pena investir?

Tempo de leitura: 6 minutos

O uso de dispositivos móveis cresceu bastante nos últimos anos. Segundo dados da UIT (União Internacional de Telecomunicações) o número de celulares no mundo passou dos 7 bilhões em 2015. Há 05 anos especialistas indicavam que o mobile seria a grande tendência do mercado, hoje, esta já é uma realidade. Segundo dados do Google, a conexão à internet via smartphone dobrou no Brasil em 2015.

Em meio à tantas atualizações, muitas empresas se sentem pressionadas a acompanhar a tecnologia para manter uma vantagem competitiva no mercado. E uma dúvida que existe no empreendedor do mercado imobiliário é: Devo desenvolver um aplicativo (app) para minha imobiliária?

Essa pergunta pode não ter uma resposta certeira, mas com esse post iremos trazer os dois lados da moeda, para que você possa tomar uma decisão consciente e compor sua estratégia. Quer saber como? Continue lendo esse texto.

Desenvolvimento

Desenvolvimento

Para desenvolver um aplicativo você deve atender todo o seu público, ou pelo menos quase todo. Então, será necessário fazer um levantemos de qual sistema operacional ele utiliza.

Esta informação você consegue descobrir através do seu painel do Google Analytics.

Pela nossa experiência e análises, os mais utilizado são: Android (Google),  IOS (Apple) e Windows Phone, nesta ordem. Mas, por que você deve saber sobre isso?

ios-android-windowsphone

Para que seu aplicativo seja baixado, você deverá oferecê-lo para o máximo de clientes possível. Porém, desenvolver um app compatível com diferentes plataformas, muitas vezes significa projetos diferentes, feitos por equipes diferentes e com investimentos diferentes (leia-se aqui investimento dobrado).

Definir a compatibilidade do seu aplicativo é apenas um dos aspectos que precisará se atentar, pois o desenvolvimento de um aplicativo é muito complexo. Segundo dados da Esauce, um aplicativo de celular de pequeno porte consome de 150 a 500 horas para ser desenvolvido.

Investimento

Investimento

Sabendo um pouco mais sobre o desenvolvimento, agora vamos para a parte mais importante: o investimento financeiro.

Como você deve desenvolver o app em pelo menos duas plataformas (Android e IOS) o investimento é bastante considerável. Empresas podem cobrar de R$3.500,00 a R$80.000,00, Tenha em mente também que o valor que se paga é relativo à qualidade que será entregue.

Você pode utilizar o site Quanto Custa um Aplicativo, responder a dez perguntas simples, e ter um valor aproximado de quanto custaria desenvolver seu aplicativo.

Cuidado! Não se engane achando que para por aqui! Como as versões das plataformas são constantemente atualizadas, provavelmente você terá um custo com atualizações e correções para manter seu app atualizado.

Também existem empresas que oferecem aplicativos “pré prontos” para empresas, e cobram apenas uma valor de mensalidade, que pode variar em torno de R$299,00 a R$360,00 por mês. Geralmente estes aplicativos permitem pouca customização, gerando diversos projetos idênticos, que vão ganhar pouco destaque nas lojas e nos dispositivos dos usuários.

 

Utilidade

Utilidade

Muitos aplicativos são baixados e desinstalados depois de um tempo, na maioria dos casos porque não tem uma forte importância para aquele usuário. Como a compra ou aluguel de imóvel não é algo que acontece com tanta frequência na vida do cliente, você deve se perguntar: será que ele vai baixar meu app? ou “Quais são os motivos que o fariam ocupar a memória do seu smartphone com meu aplicativo?”

Não basta fazer um App por fazer, somente para acompanhar a tendência, é preciso pensar como esse App pode ser útil a ponto de o cliente não sentir vontade de excluí-lo.

Vale lembrar também que, no mercado imobiliário, os portais já investem em desenvolver seu próprio aplicativo, devido ao tamanho da sua carteira e grande volume de acessos ao site. Neste caso o cliente acaba tendo-os como referência de busca e pode até baixar.

Aplicativo ou site responsivo?

Aplicativo ou site responsivo?

Quando uma imobiliária pensa em adaptar o seu negócio às novas tendências e atender seus clientes que estão cada vez mais usando o smartphone, surge sempre uma dúvida: devo um aplicativo ou um site responsivo?

Bom, vamos deixar claro que ambas as opções trazem vantagens e desvantagens. Como falamos acima, existem diversos aspectos que devem ser considerados ao decidir desenvolver um app. Já o site responsivo, é um projeto bem mais simples e barato.

Um site responsivo é um site que se adapta a diferentes tamanhos de tela, sem perder a usabilidade. Ou seja, os elementos do site são reorganizados a fim de não comprometer a experiência do usuário seja num smartphone, tablet ou até mesmo numa tela de notebook reduzida.

Dentre as vantagens de optar por um site responsivo podemos destacar:

  • Fácil atualização: a responsividade simplifica a manutenção do site no que diz respeito à modernização. Caso surja uma nova forma de acesso mobile, basta adicionar alguns códigos e uma nova folha de estilo CSS que tudo se resolve.
  • Melhor indexação SEO: especialistas apontam que um site responsivo indexa melhor às ferramentas de busca do que um site não responsivo.
  • Redução de custos: Ao contratar um site responsivo você tem apenas um site que se adequa a diferentes dispositivos. Ao invés de ter duas URL´s distintas, uma para dispositivos móveis e outra para acesso via desktop, sua imobiliária passa a investir em um único site. Ou seja, você mantém seu site atualizado sem grandes investimentos, pois a manutenção é feita em uma única plataforma.
  • Satisfação de clientes: Além dos possíveis clientes que chegam ao seu site, aqueles que já são seu clientes e precisam entrar em contato com você também terão uma experiência melhor em seu site, o que contribui para mantê-los satisfeitos.

botao-quero-saber-mais-sobre-site-responsivo

Conclusão

Acompanhar tendências e manter sua empresa atualizada com as novidades do mercado, certamente não é uma tarefa fácil. Porém, você não precisa se sentir pressionado a se adaptar a todas as novidades. O único princípio ao qual você deve se apegar é o de oferecer a melhor experiência para seu cliente.

Faça pesquisas, pergunte, se coloque no lugar dele, teste! Essa é a única maneira de descobrir o que seu cliente realmente quer, e aí sim investir em melhorias para aumentar sua satisfação.

Você acha que uma imobiliária deve investir em um aplicativo?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *